Poema para hoje.

Porque ainda me surpreendem as comprovações que não sou amada como pensei ser?
Porque ainda me surpreende as demonstrações que não tenho o afeto daqueles que cuido?
Porque não tenho o respeito daqueles que sempre considerei?
Porque a balança pende sempre para o lado onde não estou?
E porque não xingo, não berro, não brigo, não me revolto?
Onde e em que momento perdi o rumo do viver a que eu tinha direito?
Sigo feliz porque existe uma resposta para cada uma destas questões,
Sigo feliz porque tenho saúde e tempo para viver em busca de cada uma delas,
Vivo feliz porque a esperança assim como os porquês são em mim como de uma criança de dois anos.
Assim,
Vamos em frente,
Segue o barco,
É vida que segue,
Vamos que vamos,
"Desesperar jamais!..."
"Trago este sorriso porque já chorei demais..."
Nós somos muito maiores que qualquer dúvida que nos acompanhe porque conseguimos sobreviver a elas.
Nós somos muito mais fortes que qualquer dor que nos acompanhe porque conseguimos viver com elas.
Nós somos muito melhores do que os sentimentos que carregamos porque crescemos com eles ou com a falta deles.
Tudo nos faz melhores se assim quisermos e como disse o poetinha:
"Tudo é uma questão de manter
A mente quieta,
A espinha ereta
E o coração tranqüilo".
Beijos nos corações de todos, como uma brisa de alento para estes dias tensos e difíceis. (Mara Zumpano) 14/01/2017

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos comentar a 2ª fase de O Clone? II

Uma mensagem de aniversário que me emocionou. Obrigada M.....

O Islanismo, O Cristianismo e o Judaismo